Fórum – Portugal Out-of-the-box | 27 Junho 2019

Por Link To Leaders em

Disruptive leaders analisaram projetos inovadores no Fórum Portugal Out-of-the-box

forum net_

A necessidade de continuar a inovar de forma a fazer a diferença e mudar a sociedade foi a tónica dominante do Fórum Portugal Out-of-the-box que se realizou ontem no espaço LACS, na Rocha Conde de Óbidos, em Lisboa. O fórum de ideias promovido pelo Link To Leaders e pelo Portugal Agora, reuniu 12 jovens empreendedores que apresentaram os seus projetos e partilharam algumas ideias disruptivas com a audiência. Jovens que, na sua maioria, tiveram um percurso corporativo, mas que a dada altura das suas vidas sentiram um apelo para avançarem com os seus projetos pessoais.

Pedro Santa Clara, da Nova SBE, que se auto-intitulou “o chamado líder improvável”, abriu o evento e falou do seu envolvimento na criação da Nova SBE em Carcavelos, um desafio que partiu do zero, em todos os aspetos, e que envolveu uma campanha de fundrasing que angariou 52 milhões de euros. Falou da enorme exigência do ponto de vista da gestão das equipas e da liderança e destacou três pontos-chave: humildade, empatia e resiliência. Reforçou a  importância de ter uma equipa multidisciplinar e do compromisso das pessoas, do seu sentido de missão, para não se desviarem do propósito. Referiu também como é necessário ter tempo para criar e sonhar, não só para executar.

Pedro Santa Clara tomou o gosto ao empreendedorismo e agora está envolvido (através da empresa Shaken.not stirred, que se se dedica a projetos de impacto social), no projeto de uma escola de código, a Escola 42. “Há muita necessidade de pessoas formadas nestas áreas (tecnologias) e não vemos resposta nenhuma dos incumbentes. As nossas universidades, boas ou menos boas, estão a fazer muito pouco para responder às solicitações do mercado”, alertou.

O tema do Fórum era “Disruptive Leaders Made in Portugal” e o primeiro painel reuniu alguns exemplos: Inês Vieira, da Motivarte Comunicação, Mariana Bettencourt, da Sparkl, Luís Couto, da GoParity, João Magalhães, da Academia do Código, Luís de Matos, da Follow Inspiration, e Sérgio Ribeiro, da Planetiers, que partilharam com a audiência o que os motivou a criar os respetivos projetos e o que gostariam de vir a implementar no mercado.
Preencheram o segundo painel Duarte Paiva, da Conversa Amiga, Fred Canto e Castro, da Sonder People, David Cruz e Silva, da Hack & Hustle, Rui Rodrigues, da BeON Energy, Eduardo Filho, da Inspiring Future, e José Soares, da Integrated Dreams.

A reflexão lançada por Ricardo Monteiro, ex-presidente e ex-chairman Global da Havas Worldwide, a quem coube a missão de encerrar o Fórum Portugal Out-of-the-box, foi sobre a importância de as pessoas continuarem a desenvolver ideias disruptivas, mas que as saibam aproveitar para o bem.

Numa sessão de encerramento inspiradora, Ricardo Monteiro falou da necessidade de reencontro do “espírito de empresário e empreendedor”, tal como o conhecemos desde a era dos Descobrimentos. Algo que se perdeu por algum período na nossa história, mas que importa retomar, frisou. “Não há cultura como a portuguesa”, salientou.

Lembrou ainda que vivemos momentos de singularidade, difíceis e de grande exigência, mas também de grande prosperidade. “A prosperidade acentua as desigualdades e quando 47 pessoas no mundo representam 50% da riqueza da humanidade percebe-se a complexidade da questão”. Talvez por isso, reforçou também a ideia de que há que ir além dos impactos comerciais das empresas. “É preciso pensar nos impactos sociais e políticos”.

Motivarte – Inês Vieira (Fundadora e CEO)
Ensina crianças e jovens a comunicar através do desenvolvimento de competências comunicacionais e comportamentais. Prepara-os para saberem comunicar e fazer passar a sua mensagem.

O projeto está incubado no Colégio Cesário Verde e também em funcionamento na Escola Básica da Portela (nas AECs). Atualmente, a Câmara de Alter do Chão também está a desenvolver um projeto de capacitação com a mentora da Motivarte.

Sparkl – Mariana Bettencourt (Fundadora)
Uma start-up especializada na prestação de serviços de beleza em casa e no trabalho. A sua fundadora identificou uma lacuna no mercado, pensando na conveniência dos seus clientes – fora das “horas normais de funcionamento das lojas”. Hoje tem uma equipa de 72 esteticistas, algumas delas surdas. Este aspeto de “inclusão” laboral é outro factor diferenciador do projeto.

GoParity – Luís Couto (Cofundador)
Plataforma de crowdfunding que apoia projetos de energia sustentável, com a particularidade de fazer financiamento colaborativo por empréstimo (através do pagamento de juros). Ideal para pequenos investidores como alternativa a outros produtos de investimento. Está focada em projetos que se enquadrem nos ODS – objetivos de desenvolvimento sustentável. Começaram com projetos na área de eficiência energética, sendo a Escola Sueca de Carcavelos um dos seus case studies.

Academia do Código – João Magalhães (Cofundador e CEO)
Uma academia que ensina a fazer programação em todas as idades.Tem também como missão ajudar a combater o desemprego e dotar o mercado com profissionais na área de programação. Através de um programa de 14 semanas “converte” para a tecnologia profissionais de cursos com baixa empregabilidade. Nas escolas têm programas de 18 meses para crianças de 9 anos.

Follow Inspiration – Luís de Matos (Fundador e CEO)
A start-up desenvolveu uma tecnologia para seguimento e navegação autónoma na área da robótica móvel e em 2011 criou um carrinho de compras autónomo a pensar nas pessoas de mobilidade reduzida quando estas vão às compras (pessoas em cadeiras de rodas, de idade, com dificuldades de mobilidade…). Colaboraram com a DELTA no Websummit criando a 1.ª máquina de café 100% autónoma. O seu desafio: gostaria de ver uma resposta por parte das gasolineiras para o processo de abastecimento de combustível das pessoas que se deslocam em cadeira de rodas.

Planetiers – Sérgio Ribeiro (Cofundador e CEO)
Uma comunidade dedicada ao mercado online sustentável. Pretende trazer uma visão simples, fácil de compreender e de forma rápida para a sustentabilidade. O projeto nasceu da vontade do Sérgio de fazer “algo maior”, em alinhamento com os seus valores pessoais, cruzando a sua vida pessoal com o empreendedorismo, focando-se numa cultura de bem-estar e não de ego.

Conversa Amiga – Duarte Paiva (Fundador)
Uma associação (ACA) que tem como missão ajudar a resolver problemas de exclusão e que implementou um projeto focado na resolução de problemas sociais.  Criou cacifos para os sem-abrigo, para os ajudar na sua organização física, mas também mental. “Para terem o seu espaço”.

Sonder People – Fred Canto e Castro  (Fundador e presidente)
Uma agência de modelos, vocacionada para o universo da publicidade, com “pessoas autênticas”. Ajudar as marcas a criar publicidade real é o objetivo. Fred Canto e Castro apresentou a sua visão da trazer o tema da qualidade de vida e do desenvolvimento pessoal para o mundo corporativo.

Hack & Hustle – David Cruz e Silva (Cofundador)
Uma empresa de execução e de suporte Business Development que ajuda as empresas a inovarem, criada pela jovem consultor David Cruz e Silva, focado em inovação e em três pilares: people, profit, planet. Através da história e dos exemplos que esta nos deu ao longo dos séculos, refletiu sobre a possibilidade de uma semana de trabalho de 32 horas.

BeON Energy  – Rui Rodrigues (Fundador)
Desenvolver microinversores, que convertem a energia de um painel solar para a energia que é usada na rede elétrica. É o primeiro microinversor no mundo que permite ligar um sistema fotovoltaico diretamente a uma tomada.  O seu fundador apresentou dois dos seus produtos, um dos quais de extrema utilidade para o combate aos fogos.

Inspiring Future  – Eduardo Filho (Fundador e presidente)
Um projeto educacional que trabalha junto das escolas para apoiar os alunos na construção do seu projeto de vida e profissional. A Inspiring Future move-se pela paixão do seu fundador pela educação e pela necessidade de fazer algo pelo sistema de ensino português. Só este ano já foram impactados 66 jovens.

Em jeito de desafio, abordou a necessidade dos jovens fazerem algo “além da escola”, e não só estudar. Que outras competências e atividades podem ser desenvolvidas, consideradas e medidas à entrada da universidade sem ser apenas as “médias” e os testes? Foi o desafio que lançou.

Integrated Dreams – José Soares (Founder & Chief Association Executive)
Um projeto de inclusão de pessoas com necessidade especiais no mundo do desporto, concretamente através da acessibilidade aos estádios de futebol. O Football For All Leadership é um dos programas que tem em curso, assente em três eixos: empregabilidade, empreendedorismo e networking, dando oportunidades a pessoas com necessidades especiais, capacitando-as. José Soares concilia, assim, a sua paixão pelo desporto com o tema das necessidades especiais e o desafio que gostaria de ver resolvido é o acesso inclusiva aos estádios de futebol.

Fotos por Portugal Agora

 pOutbox2

Poutofbox1